Jornada de transição nos 4 Dias de Dunquerque. Depois do pavé da épica etapa de abertura, seguiu-se um dia onde o esperado sprint se confirmou, com a vitória a cair para a Cofidis, que assim respondeu ao triunfo da Europcar na 1ª etapa.
O protagonista do triunfo foi o sueco Jonas Ahlstrand, contratado para reforçar o comboio de sprint de Nacer Bouhani e que na primeira oportunidade que tem para procurar a vitória atirou a matar. Ahlstrand, que na época passada era um dos sprinters da segunda linha na Giant, atacou bem a chegada a Maubeuge e correu de forma agressiva dentro do último quilómetro para conseguir adjudicar a vitória ao sprint.
Só o photo-finish determinou o vencedor, já que a margem foi tao apertada que nem as repetições esclareceram quem tinha ganha. Ahlstrand foi 1º, enquanto Bryan Coquard foi 2º, deixando Benjamin Giroud (KTM Marseille) na 3ª posição. Nota ainda para o 4º lugar de Phil Bauhaus (Bora Argon), alemão de 20 anos que no ano passado ganhou duas etapas na Volta a Portugal e que esta época saltou para a Bora (estava na Stolting).
Ciclismo
Camisolas arco-íris em jogo nos Campeonatos do Mundo de Ciclismo de Estrada
17/09/2021 AT 12:18
A geral foi reforçada por Coquard, que bonificou 0:06 segundos e tem agora margem de 0:12 para o 2º classificado, Edward Theuns (Topsport). Apesar de ter sido um dia relativamente calmo, no final registou-se um corte de 0:09 segundos onde foram apanhados alguns dos favoritos à geral como Pierrick Fedrigo (Bretagne – é 16º a 0:53) e Laurent Pichon (FDJ – é 10º a 0:50). Nesta luta saiu por cima José Gonçalves (Caja Rural), que chegou com os homens da frente e por isso ocupa o 25º lugar a 1:31 do líder Coquard.
Ciclismo
Começa uma nova época do PGA Tour para seguir no Eurosport
15/09/2021 AT 17:13
Ciclismo
Volta ao Luxemburgo com João Almeida abre semana de muito ciclismo no Eurosport
14/09/2021 AT 11:04