Eurosport

Acompanhe a Volta a França no Eurosport do quilómetro zero até à meta!

Acompanhe a Volta a França no Eurosport do quilómetro zero até à meta!
By Eurosport

The 03/07/2019 at 17:40Updated The 03/07/2019 at 17:48

O Eurosport é a Casa do Ciclismo e garante uma cobertura do Tour 2019 com mais de 110 horas de emissão.

Julho é o mês da Volta à França e o Eurosport garante uma cobertura sem rival da 106.ª edição da corrida rainha do ciclismo mundial. De 6 a 28 de julho, La Grand Boucle promete muita emoção ao longo de três semanas, nas quais os ciclistas vão travar uma luta intensa pela camisola amarela.

Este ano, o pelotão enfrenta 3460 km, divididos por 21 etapas, com destaque para 30 contagens de montanha e cinco chegadas em alto. Estão incluídas subidas ao Tourmalet e ao Col d’Iseran, este último o ponto mais alto do Tour, a 2770m de altitude. Os contrarrelógios diminuem consideravelmente para apenas dois, de 27 km cada, um deles por equipas. A partida, marcada para Bruxelas, capital da Bélgica, serve de homenagem ao homem que mais vezes vestiu a camisola amarela na história do Tour, Eddy Merckx. Este ano assinala-se ainda o centenário da camisola amarela usada oficialmente pela primeira vez em 1919 para distinguir o líder.

Chris Froome é um dos grandes ausentes do Tour após sofrer uma grave queda no Critério do Dauphiné tendo fraturado o fémur, o cotovelo e várias costelas. O britânico da INEOS fica assim impedido de procurar o seu 5.º Tour da carreira (2013, 2015, 2016 e 2017). O campeão em título é o colega de equipa, Geraint Thomas, que no ano passado vestiu de amarelo no pódio final nos Campos Elísios, em Paris. Concorrência não lhe faltará entre as principais estrelas do pelotão mundial.

O Eurosport – Casa do Ciclismo – é o único canal que emite a totalidade das etapas do Tour do km 0 até à meta. São mais de 110 horas de ação em direto!

O Eurosport emite um total superior a 2500 horas de ciclismo, de mais de 110 eventos profissionais, ao longo de 200 dias. Conta com todas as Grandes Voltas, os Cinco Monumentos, e mais de 35 eventos do World Tour da UCI, bem como todos os Campeonatos do Mundo da UCI.

O que esperar da cobertura Eurosport?

Todas as 21 etapas em DIRETO do quilómetro 0 até à meta.

110 horas de ação em direto.

Todos os minutos em DIRETO no Eurosport Player.

25 horas de CONTEÚDO EXCLUSIVO em 13 etapas.

6 reconhecimentos de etapa por Juan Antonio Flecha.

Episódios exclusivos de Peter Sagan – Inside Bora-Hansgrohe.

Presença de Bradley Wiggins em 10 etapas.

No final de cada etapa, Alberto Contador faz a antevisão do que os fãs vão poder ver na etapa seguinte.

O primeiro e-especialista do Eurosport, ION GÖTLLICH, produz diariamente uma série de Instastories no Instagram.

Entrevista a Olivier Bonamici – Especialista de Ciclismo do Eurosport

O que achas do traçado do Tour?

Este ano há apenas 29 quilómetros de contrarrelógio individual, o que irá claramente favorecer os puros trepadores que costumam perder tempo no contrarrelógio. Por isso, este ano, os puros trepadores, tipo Quintana, Landa, Bardet e Pinot têm muito mais hipóteses do que em anos anteriores.

O que representam as ausências de Chris Froome e de Tom Dumoulin?

A ausência de Froome é, sem dúvida, uma boa noticia para os adversários da equipa INEOS. No entanto, a equipa britânica continua fortíssima com dois líderes à partida: Geraint Thomas e Egan Bernal. Mas, tudo indica que o colombiano será o trunfo número 1 da equipa, tendo em conta o seu atual momento de forma. Quem sabe se este ano temos o primeiro colombiano da história a ganhar o Tour? Bernal e Quintana são ambos fortes candidatos à vitoria do Tour.

Depois de Bernard Hinault, há 34 anos, pode haver um francês a vencer novamente o Tour?

Na ausência de Froome e Dumoulin, automaticamente as hipóteses de Bardet e Pinot aumentam, no entanto, a concorrência continua muito forte, sobretudo por parte da equipa INEOS que sempre controlou a corrida nos últimos anos. Bardet e Pinot também terão de neutralizar um dos melhores ciclistas da temporada: Jakob Fuglsang que recentemente ganhou o Critério do Dauphiné.

Seria algo simbólico e numa edição em que se celebram os 100 anos da camisola amarela.

Como é obvio, há milhares de histórias que iremos contar no Eurosport em torno deste aniversário tão especial porque a camisola amarela faz parte da magia do Tour. Curiosamente, o melhor ciclista português da história, Joaquim Agostinho, nunca envergou esta camisola, ao contrário de Acácio da Silva, que vestiu de amarelo durante 4 dias em 1989. Por causa deste centenário, mais do que nunca, os ciclistas quererão vestir a camisola mais mítica da história do ciclismo.

Estás confiante para o Jogo das Apostas de Eurosport?

Preparei-me em altitude e atitude… para ganhar este Tour 2019 e para arrasar a concorrência de Paulo Martins e de Luís Piçarra. Este Tour será para um trepador e também será para mim no jogo das apostas!