Registou o quarto melhor tempo na subida ao Mortirolo e mantém a tradição de acabar forte provas de três semanas. A poucos dias do final da Volta a Itália, André Cardoso sente-se fresco, “mais ou menos no nível habitual, mas começo a acreditar que é possível mais e melhor numa próxima… com calma”.
E esse acreditar vem das referências em alta montanha. Se Alberto Contador arrasou na escalada ao Mortirolo – acabou em 45:07 a uma média de 15,76 km/h –, André Cardoso foi a surpresa da jornada ao colocar-se logo a seguir aos tempos de Steven Kruijswijk e de Mikel Landa (vencedor da etapa). O gondomarense gastou 46:35 (média de 15,26 km/h), tendo sido 0:17 segundos mais rápido do que o chefe de fila da Cannondale, Ryder Hesjedal, que nessa jornada incrível subiu a Top 10. “Apesar de não conhecer o Mortirolo, sabia que era uma subida que se enquadrava nas minhas características, mas daí a fazer um tempo de excelência estava longe do meu pensamento”, explica via Facebook.
Já numa troca de impressões com o Eurosport, esta quinta-feira, Cardoso matiza que “a equipa ambiciona outra vitória em etapa, estamos a trabalhar nesse sentido”. Quando perguntamos se essa vitória será portuguesa, o homem da Cannondale-Garmin admite que “quando a equipa autorizar, porque de forças penso que estou bem”.
Ciclismo
Começa uma nova época do PGA Tour para seguir no Eurosport
YESTERDAY AT 17:13

Davide Formolo etapa 4 Giro

Image credit: LaPresse

Neste Giro a Cannondale já venceu por David Formolo, logo na primeira semana, na chegada a La Spezia. O italiano de 22 anos somou aí a primeira vitória como profissional, mas não a última, já que se trata de um talento em bruto: “O Formolo ainda é muito jovem e esta semana é normal não estar tão bem. Falta-lhe maturidade, mas acredito que no futuro será um ciclista a ter em conta em grandes Voltas”.
Quanto a André Cardoso, segue na 26ª posição (curiosamente uma abaixo de Formolo) e para o que resta da temporada está entre “cumprir o sonho do Tour, que gostava de realizar enquanto ciclista, mas se não for este ano poderei ir num próximo” ou regressar à Vuelta, onde já foi 16º em 2013 – o melhor registo do gondomarense em grandes Voltas.
Ciclismo
Volta ao Luxemburgo com João Almeida abre semana de muito ciclismo no Eurosport
14/09/2021 AT 11:04
Ciclismo
Portugal com 20 ciclistas nos Europeus de estrada em Trento
07/09/2021 AT 01:04