Rui Costa(Lampre-Merida) - 28 anos
O mais experiente do quarteto português nesta 102ª edição da Volta à França. Já conta com seis Tours no palmarés e três vitórias em etapas (2011 super besse; 2013 Gap e na etapa 19 com passagem pelo Col de la Madeleine, Croix de Fer, Col du Glandon)
Segunda participação como chefe de fila da Lampre-Merida depois de em 2014 ter sido forçado a abandonar, na 16ª etapa, devido a uma broncopneumonia.Chega ao Tour em grande forma depois do terceiro lugar obtido no Criterium do Dauphiné, onde venceu a etapa rainha, depois dos quartos lugares obtidos no Paris-Nice, Amstel Gold Race e Liège-Bastogne-Liège.Se em 2014 teve o privilégio de desfilar a camisola de campeão do mundo no pelotão este ano vai honrar a camisola de campeão nacional. Assumiu como objectivo pessoal terminar no Top 10 da geral mas, uma coisa é certa, se surgir a oportunidade de vencer uma etapa Rui Costa vai agarrá-la com unhas e dentes.
Nelson Oliveira (Lampre-Merida) - 26 anos
Ciclismo
Muito mais ciclismo feminino em 2022 e a Volta a França para coroar a aposta Eurosport
15/10/2021 AT 17:04

Nelson Oliveira (Portugal), Mondiaux Copenhague

Image credit: AFP

Fiel escudeiro de Rui Costa. Vai correr o seu segundo Tour novamente com as cores da bandeira portuguesa ao peito, depois de ter revalidado o título de campeão nacional de contrarrelógio, na semana passada, em Braga.
Será uma ajuda preciosa para a equipa durante as primeiras semanas e a título pessoal terá oportunidade de brilhar no crono inaugural.Ciclista polivalente que sabe negociar as montanhas mas que terá um papel preponderante na primeira semana, em particular na traiçoeira etapa do pavé (quarta etapa).
Tiago Machado (Team Katusha) - 29 anos
Em 2014 fez a sua estreia no Tour ao serviço da NetApp Endura e não passou despercebido. Chegou a ocupar o terceiro posto da geral após uma grande prestação na nona etapa, onde fez 10º. No dia seguinte uma queda deitou por terra as suas aspirações a um resultado histórico mas a perseverança e espirito de sacrifício do famalicense permitiu que este fosse repescado depois de ter terminado a etapa fora do controle.
Este ano regressa à Grand Boucle ao serviço da Team Katusha (sob a tutelagem do director desportivo José Azevedo) e com a missão de trabalhar para o líder Joaquim “Purito” Rodriguez.

Tiago Machado Katusha Volta Ao Algarve

Image credit: Eurosport

O terceiro posto na Volta ao Algarve, bem como o segundo lugar obtido na Volta à Baviera, são bons inidicadores da boa forma de Machado que nos nacionais sagrou-se vice-campeão de contrarrelógio e arrecadou o bronze na prova em linha.
José Mendes (Bora-Argon 18) – 30 anos
Segunda participação no Tour depois de se ter estreado o ano passado com as cores da NetApp Endura, na qualidade de “aguadeiro” de Leopold König. Regressa agora no elenco da Bora-Argon 18 embalado pelo 5º lugar no Critérium Internacional e 6º lugar no Giro del Trentino (onde venceu a etapa inaugural, um “crono” de 13.3km).
Esta temporada o vimaranense não só deu um salto qualitativo no contrarrelógio como apurou as suas capacidades como trepador.

Jose Mendes Bora Argon 18 Volta a Portugal

Image credit: Eurosport

Pode brilhar com a chegada das montanhas, tal como aconteceu na Vuelta 2013.
Ciclismo
Grandes provas de ciclismo durante toda a semana
06/10/2021 AT 19:13
Ciclismo
Paris-Roubaix, o Inferno do Norte, está em dose dupla no fim de semana em direto no Eurosport
30/09/2021 AT 11:17