A tirada de 177km entre Castellón e Llucena apresentava quatro contagens de montanha, incluindo uma chegada ao alto, perfil perfeitos para a constituição da fuga que chegou a ter mais de 6 minutos de vantagem para o pelotão.
Frank atacou de longe, em conjunto com Dario Cataldo (Astana) e o duo atacou a ultima dificuldade (3.8km com 12.5% de inclinação média), com cerca de 30 segundos de vantagem para os restantes companheiros de fuga.
Frank endureceu o ritmo a 2.5kms da meta e Cataldo cedeu. O suíço, que este ano foi forcado a abandonar a Volta a França por doença, acabou por ser o mais forte e venceu com seis segundos de vantagem sobre Leopold Konig (Team Sky) e 11 segundos sobre Robert Gesink (LottoNL-Jumbo). Foi o primeiro triunfo para Mathias Frank numa grande volta e a primeira vez que subiu à posição cimeira do pódio desde 2014.
Ciclismo
Camisolas arco-íris em jogo nos Campeonatos do Mundo de Ciclismo de Estrada
17/09/2021 AT 12:18

Nairo Quintana, Alberto Contador and Chris Froome finish stage 17 of the 2016 Vuelta a Espana

Image credit: Eurosport

No grupo dos favoritos o primeiro a abrir as hostilidades foi Alberto Contador (Tinkoff). O espanhol atacou nas rampas mais íngremes da subida final mas teve resposta quase imediata de Nairo Quintana (Movistar) e Esteban Chaves (Orica BikeExchange). Chris Froome (Team Sky) cedeu numa primeira fase, mas fez uma subida de trás para a frente acabando por não ceder nenhum tempo para os rivais, e o quarteto cruzou a meta a 3’32’’ de Frank.
Quintana mantém assim a liderança confortável na Vuelta. O colombiano segue com 3’37’’ de vantagem sobre Froome, segundo à geral.
O dia ficou ainda marcado pelos abandonos do americano Tejay Van Garderen (BMC) e do português Mário Costa (Lampre Merida).
Ciclismo
Começa uma nova época do PGA Tour para seguir no Eurosport
15/09/2021 AT 17:13
Ciclismo
Volta ao Luxemburgo com João Almeida abre semana de muito ciclismo no Eurosport
14/09/2021 AT 11:04