Depois do arranque da nova época das Cliff Diving World Series, no mês passado, o campeonato chegou finalmente a Portugal. O ilhéu de Vila Franca do Campo, nos Açores, recebeu no passado dia 14 de julho a grande festa dos saltos. A pequena reserva ecológica ao largo da Ilha de São Miguel recebeu o evento pelo sétimo ano consecutivo, um recorde no circuito. Nos açores, a competição volta às origens: os atletas saltam diretamente das rochas tal como faziam os criadores do desporto no Havai há mais de 200 anos.
Saltos para a água a quase 30 metros de altura não são para qualquer pessoa e o Eurosport mostra-lhe o que de melhor se faz nesta modalidade que a FINA (Federação Internacional de Natação) pretende levar aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.
Triunfos para Rhiannan Iffland e Steven LoBue
A australiana Rhiannan Iffland voltou às vitórias e quebrou recordes na terceira etapa do Circuito Mundial Cliff Diving 2018, nos Açores, dominando todas as rivais com a maior pontuação de sempre na competição feminina. A bicampeã também conseguiu uma nota 10 num salto diretamente das rochas e garantiu a vitória ao executar o salto mais dificil de sempre alguma vez tentado por uma mulher. A mexicana Adriana Jimenez terminou em segundo, com a canadiana Lysanne Richard a ficar em terceiro.
Na competição masculina, uma final fascinante viu o americano Steven LoBue a superar por pouco o seu conterrâneo David Colturi, que momentos antes tinha conseguido a maior pontuação para um salto individual masculino. O 'Spin Master' alcançou a vitória no último salto do dia, conquistando assim a sua segunda vitória consecutiva no circuito mundial. O antigo campeão Gary Hunt regressou à forma e conseguiu simultâneamentem o terceiro lugar e o seu primeiro pódio da temporada.
Veja o resumo da etapa portuguesa das Cliff Diving World Series nos Açores, esta quinta-feira, 26 de julho, no Eurosport 2, a partir das 14:30.
Consulte a programação semanal do canal em www.eurosport.pt.