Os movimentos no mercado da Major League Soccer começam a trazer-nos novidades muito interessantes, isto na semana em que também se começa a aproximar o jogo All Star e foram apresentados o onze escolhido pelos adeptos e também a seleção de jovens formados localmente que irá defrontar uma seleção mexicana.
Porque temos Lloyd Sam em DC?
A mexida que mais atenção chamou nesta reabertura do mercado prende-se com a saída de Lloyd Sam dos New York Red Bulls, onde era um titular habitual, para os DC United. Jesse Marsch não evitou falar do assunto, tendo sido curioso entender como o técnico falou desta saída, revelando que foi uma questão “de futuro, mas também de presente”. É verdade que os Red Bulls têm vindo a carregar o seu plantel com vários jogadores que deixavam quase sem dinheiro para mais mexidas. É verdade também que, perante a oportunidade de fazer sair um dos seus jogadores mais utilizados (aqueles que mais interesse reuniam dos competidores), Lloyd Sam parecia o que tinha, no plantel, mais substitutos à altura.
Futebol
"Amando a Maradona"
18/12/2020 AT 14:01

2010-11 Championship Leeds United Lloyd Sam

Image credit: PA Photos

Tem sido evidente que o técnico dos Red Bulls tem procurado lançar Alex Muyl como opção em muitos encontros, sendo ele um dos melhores candidatos a ser o extremo-direito do futuro nesta equipa. No entanto, há mais opções. Recém recuperado de lesão, Shaun Wright-Phillips poderá ter aqui uma fantástica oportunidade para aparecer entre os titulares e mostrar, finalmente, que ainda tem algumas das qualidades que o fizeram brilhar em Inglaterra. Mas o principal beneficiado é Gonzalo Véron. O argentino foi uma figura em evidência na temporada passada, mas precisa de ser titular para encontrar dinâmicas com a frente de ataque. Este fim-de-semana, perante os Portland Timbers, já teve oportunidade para tal, não conseguindo marcar. Mas, no imediato, parece ser o jogador que, como titular, poderá ter mais espaço num conjunto dos Red Bulls que passará a ter mais condições para apresentar as suas variantes táticas.
Mexidas no Canadá
Os Vancouver Whitecaps surpreenderam a MLS com a chegada de dois internacionais canadianos, David Edgar e Marcel de Jong. Edgar é um defesa-central que fez toda a sua carreira na Inglaterra, jogando, na última temporada, no Sheffield United, enquanto Marcel de Jong, que joga preferencialmente na faixa esquerda, tendo tido passagens discretas pelo Sporting Kansas City e pelo Ottawa Fury (NASL), depois de longa carreira entre a Alemanha e a Holanda. Ambos os jogadores chegam em transferências livres e fortalecem o setor defensivo dos Whitecaps, que ainda irão precisar de mais procura no mercado, já que um dos seus avançados, Octávio Rivero, saiu para o Colo-Colo do Chile.
Por falar em avançados, os Montreal Impact comprovaram não ter espaço para Cameron Porter, que mesmo recuperado da sua lesão estava tapado por Didier Drogba, Dominic Oduro e pelo recém-chegado Matteo Mancosu, antigo avançado do Carpi, encontrando espaço para o trocar com o Sporting Kansas City, que enviou o lateral Amadou Dia para terras canadianas. Merece também algum destaque o conjunto do FC Dallas, que se reforçou com Aubrey David, defesa-central internacional de Trindade e Tobago, e Getterson, um avançado brasileiro que tentará transformar-se no homem golo dos texanos.
O All Star está quase aí
Será no dia 28 de julho que San José vai receber o encontro All Star e o onze escolhido pelos adeptos já foi apresentado. A generalidade das grandes estrelas da competição mereceram a atenção dos seus fãs, com Didier Drogba, Sebastian Giovinco e David Villa compor o trio de avançados, enquanto o meio-campo terá jogadores como Kaká, Darlington Nagbe, Giovani dos Santos e Andrea Pirlo. Na linha defensiva, para além do internacional norte-americano Matt Besler e o belga Laurent Ciman, surge a grande surpresa da lista, o rookie Keegan Rosenberry, que tem no seu colega de equipa Andre Blake o guarda-redes mais votado.
Também já foi escolhida a equipa de jovens oriundos das academias da MLS que irão disputar um encontro com a seleção de Sub-20 do México. Landon Donovan será, uma vez mais, o treinador deste conjunto que conta com vários jogadores que têm algum papel de destaque nas suas equipas, como Jordan Morris e Aaron Kovar (Seattle Sounders), Jordan Hamilton (Toronto FC), Justen Glad (Real Salt Lake) e Jesse Gonzalez (FC Dallas).
MLS nos canais Eurosport
Três encontros em direto nos canais Eurosport, este fim-de-semana. Na madrugada de sábado para domingo, às 00h30, com a transmissão do Columbus Crew - DC United na Eurosport 2. Domingo, a dose dupla divide-se pelos dois canais. Às 20 horas, no Eurosport 2, um jogo entre rivais com os Portland Timbers a defrontar os Seattle Sounders, enquanto às 22 horas, no Eurosport 1, teremos os Montreal Impact frente aos New York City.
Call it Soccer!
Futebol
Eurosport estreia prémio futebolista "Star of the Year"
11/12/2020 AT 12:37
Futebol
24 Horas de Le Mans virtuais para ver no Eurosport numa semana com muito desporto motorizado
05/06/2020 AT 10:33