Foi um dia feliz para as irmãs Campbell, nos Campeonatos do Mundo de Natação, que estão a decorrer em Kazan, na Rússia. Bronte, de 21 anos, sagrou-se campeã mundial dos 200 metros livres e teve no pódio a companhia da irmã mais velha, Cate, de 23, que defendia o título. Ficou tudo em família para as australianas, com Bronte a nadar a distância em 52s52, para vencer Cate, que ficou com a medalha de bronze.
Sarah Strojstrom ainda se intrometeu no meio das manas Campbell, ao alcançar a medalha de prata.
Nos 200 metros bruços, a medalha de ouro foi para a japonesa Kanako Watanabe. Depois de já ter conseguido o bronze nos 200 estilos em Kazan, a nipónica subiu finalmente ao lugar cimeiro do pódio, com o tempo de 2 minutos, 21 segundos e 15 centésimos, deixando na segunda posição a norte-americana Micah Lawrence.
Natação
Resistir às tentações e olhos no prémio
17/12/2019 AT 11:48
A grande desilusão acabou por ser a campeã em título e detentora da melhor marca mundial, a dinamarquesa Rikke Moller Pedersen, que ficou fora do pódio, na quarta posição, a mais de um segundo da vencedora.

Marco Koch gewinnt WM-Gold

Image credit: SID

Finalmente o ouro para Koch
Marco Koch conseguiu finalmente chegar ao ouro nos 200 metros bruços. Depois de ter sido medalha de prata nos últimos campeonatos do mundo em Barcelona, em 2013, o nadador alemão subiu ao lugar mais alto do pódio em Kazan, depois de ter terminado a prova com o tempo de 2:07.76. Koch deixou na segunda posição o norte-americano kevin Cordes, enquanto o campeão em título, o húngaro Daniel Gyurta, teve de se contentar com a medalha de bronze.
Mitch Larkin conquistou a segunda medalha de ouro nestes campeonatos do mundo, ao vencer a final dos 200 metros costas esta sexta-feira. O australiano de 22 anos, que já tinha alcançado o título nos 100 metros costas esta semana, foi o mais rápido, com a marca de 1:53.58.
Na estafeta masculina dos 4x200 metros livres, a Grã-Bretanha chegou ao título mundial. O quarteto composto por Daniel Wallace, Robert Renwick, Calum Jarvis e James Guy impôs-se aos campeões do mundo, os Estados Unidos, numa prova que foi renhida do princípio ao fim.
Os britânicos cumpriram a distância em 7.04.75, relegando para a segunda posição os norte-americanos Ryan Lochte, Conor Dwyer, Reed Malone e Michael Weiss. A Austrália completou o pódio.
Natação
Liga Internacional de Natação - Nadar com Las Vegas no pensamento
14/11/2019 AT 15:37
Natação
Outubro é mês de natação no Eurosport
02/10/2019 AT 16:25