Katie Ledecky soma e segue nos campeonatos do mundo de natação. Depois do ouro nos 400 e 1500 livres a jovem norte-americana voltou a vencer em Kazan, desta feita nos 200 livres. Ledecky, que tinha feito apenas o sexto tempo de qualificação nas eliminatórias, terminou com o tempo vencedor de 1’ 55’’16.
A italiana Federica Pellegrini, recordista mundial desta distância, gastou mais 16 centésimos que Ledecky e repetiu o segundo lugar obtido há dois anos em Barcelona. Desde 2005 que a nadadora transalpina conquista uma medalha nos 200 livres em todos os mundiais.O bronze foi para a norte-americana Missy Franklin que defendia o titulo de campeã de mundo.
Um pódio de luxo em Kazan com Katie Ledecky a confirmar, para já, o estatuto de grande revelação nestes mundiais. Já tem três ouros e pode conquistar o quarto caso vença os 800 livres.
50 bruços masculinos

Adam Peaty of Britain swims in the men's 50m breaststroke final at the Aquatics World Championships in Kazan, Russia August 4, 2015

Image credit: Reuters

Natação
Resistir às tentações e olhos no prémio
17/12/2019 AT 11:48
Adam Peaty sagrou-se campeão do mundo dos 50 bruços. O britânico, que nas meias-finais tinha estabelecido um novo recorde do mundo para esta distância, arrecadou o ouro com a marca de 26’’51.
O sul-africano Cameron Van Der Burgh, campeão em Barcelona há dois anos, tocou nos blocos 15 centésimos depois de Peaty e teve de se contentar com a prata. A medalha de bronze foi para o norte-americano Kevin Cordes.
800 livres masculinos
Sun Yang revalidou o título mundial nos 800 livres. O fundista chinês de 23 anos arrecadou o ouro com o tempo de 7’39’’96. O italiano Gregorio Paltrinieri deu muita luta mas cedeu nos últimos 25 metros e teve de se contentar com a medalha de prata a 85 centesimos de Sun Yang. O australiano Mack Horton levou para casa o bronze.
200 mariposa masculinos
O veterano Laszlo Cseh conquistou o segundo titulo mundial da carreira ao vencer a final dos 200 mariposa. O húngaro cumpriu a distancia em 1’53’’48 relegando o principal favorito ao ouro, o sul-africano Chad les Clos para segundo. O bronze foi para o polaco Jan Switkowski.
Desde 2005, quando se sagrou campeão do mundo nos 400 estilos, que Laszlo Cseh não subia à posição cimeira do pódio nuns mundiais.

laszlo cseh

Image credit: Reuters

“É inacreditável. Não pensava que podia vencer esta prova e estou muito feliz. Tentei ir o mais rápido possível nos últimos 50 metros, mas a partir de metade da piscina foi terrível porque os meus braços morreram, por isso estava ansioso por tocar nos blocos”, disse Cseh
Estafeta mista 4 por 100 estilos
A Grã-Bretanha venceu a estafeta mista dos 4 por 100 estilos com um novo recorde do mundo. O quarteto britânico composto por Chris Walker-Hebborn, Adam Peaty, Siobhan Marie O’Connor e Fran Halsall cumpriu a prova em 3' 41''71 estabelecendo a melhor marca mundial nesta disciplina.
Os Estados Unidos ficaram com a prata e a Alemanha com o bronze.
Natação
Liga Internacional de Natação - Nadar com Las Vegas no pensamento
14/11/2019 AT 15:37
Natação
Outubro é mês de natação no Eurosport
02/10/2019 AT 16:25