O Eurosport 1 emite este sábado, 26 de novembro, um grande jogo de râguebi: Nova Zelândia – França, naquele que será o último “test-match” do ano para as duas equipas.
O “XV de France” tem no sábado o seu maior desafio dos três jogos internacionais de teste agendados para o final do ano. Depois da vitória esmagadora frente a Samoa, por 52-8, e da derrota desapontante a mãos da Austrália, por 23-25, a França enfrenta os poderosos “All Blacks” da Nova Zelândia, atuais campeões do mundo.
O embate realiza-se no Stade de France, em Saint-Denis, nos arredores de Paris. Espera-se casa cheia, cerca de 80.000 pessoas, para este duelo que será transmitido no Eurosport 1. O jogo é um “clássico” e junta duas das melhores formações da atualidade. É igualmente uma reedição da final do Mundial de 2011, que os “All Blacks” conquistaram em casa, ao vencerem os franceses por 8-7.
Rugby
Três emocionantes embates da seleção de râguebi de França a não perder no Eurosport
05/11/2018 AT 15:01
No histórico de 56 confrontos entre as duas seleções, os franceses somam apenas 12 vitórias e um empate, tendo perdido em 43 ocasiões. A última vez que a França conseguiu triunfar perante os neozelandeses foi a 13 de junho de 2009, precisamente num jogo de teste.
Curiosamente a maior derrota da história da seleção francesa aconteceu a mãos da Nova Zelândia. A 9 de junho de 2007, “Les Bleus” foram esmagados por 61-10, num “test-match”, em Wellington.
Recentemente os “All Blacks” sofreram a primeira derrota ao fim de 18 “test matchs”. A formação neozelandesa perdeu contra a Irlanda por 29-40, no passado dia 2 de novembro, em Chicago, nos Estados Unidos da América. Foi o primeiro desaire dos campeões do mundo desde 2009. Foi igualmente a primeira derrota da Nova Zelândia contra a Irlanda num século. Duas semanas mais tarde os “All Blacks” vingaram-se vencendo a Irlanda, em Dublin, por 21-9.
Não perca este “test-match” entre França e Nova Zelândia, no sábado, 26 de novembro, às 19h45, no Eurosport 1.
Estrelas a ter debaixo de olho:
França – Guilhem Guirado, Virimi Vakatawa e Maxime Machenaud.
NovaZelândia – Beauden Barrett, Julian Savea e Dane Coles.
Bernardo Rosmaninho, comentador de râguebi do Eurosport:“Será um jogo perfeito para o espetáculo. A França é a ‘besta negra’ da Nova Zelândia no Hemisfério Norte. A Irlanda já mostrou nesta janela de testes ser possível bater os ‘All Blacks’. Resta ver se XV treinado por Guy Novès consegue manter o nível de jogo, evitar os erros que custaram a vitória contra a Austrália, e sair do Stade de France com um resultado positivo. O mais difícil, na minha opinião, será a França igualar o ritmo de jogo dos neozelandeses. Terá de impedir que os ‘All Blacks’ tenham espaço para desenvolver o ataque demolidor que os caracteriza”.
Rugby
França vira página e prepara embate contra África do Sul
15/11/2017 AT 13:08
Rugby
França vs All Blacks Parte II – A desforra
13/11/2017 AT 13:08