Ding Junhui foi o primeiro a garantir um lugar no jogo decisivo da principal competição mundial da modalidade. A "Estrela do Oriente" impôs-se ao veterano escocês Alan McManus por 17-11.
Junhui está assim, pela primeira vez na sua carreira, na final do Campeonato do Mundo de Snooker, depois de ter perdido nas ‘meias’ de 2011.
Além da vitória, Ding ainda atingiu outros recordes: igualou o recorde de Stephen Hendry como o jogador com mais entradas de 100 ou mais pontos num único encontro (7) e, juntamente com McManus, estabeleceram o jogo com mais ‘centenárias’ de sempre no Crucible (10). Mas a história e a estatística ainda podem continuar a sorrir a Ding, uma vez que tem agora 12 entradas de três dígitos num mundial, estando apenas a 4 do recorde de Hendry numa única edição de mundial (16 em 2002).
Snooker
Crucible Theatre abre portas a mais uma edição dos Mundiais de snooker
13/04/2021 AT 16:17
Do outro lado da barricada estará Mark Selby. O inglês, campeão do mundo em 2014, teve uma luta titânica perante Marco Fu mas acabou por levar a melhor vencendo por 17-15.
Este domingo começa a final do mundial, que se estenderá até segunda-feira. O embate decisivo é jogado à melhor de 35 ‘frames’, divididas por quatro sessões: ganha o primeiro a somar 18 partidas.
O mundial distribui 1,5 milhões de libras (1,875 milhões de euros) de prémios, das quais 330 mil libras (415 mil euros) ao campeão e 137.500 libras (173 mil euros) ao vice-campeão.
Final:
Ding Junhui - Mark Selby (14h)
Snooker
Assalto ao Rochedo: Open de Gibraltar em snooker até 7 de março no Eurosport
01/03/2021 AT 16:29
Snooker
Judd Trump defende o título do Players Championship de 22 a 28 de fevereiro no Eurosport
18/02/2021 AT 09:35